Porque mesmo sendo qualificado para um cargo, você não é contratado?

Porque mesmo sendo qualificado para um cargo, você não é contratado_

Você não pode controlar todos os aspectos de um processo seletivo. Mas você pode controlar os aspectos principais.

Obviamente, ter os conhecimentos, habilidades e atitudes são os principais fatores para ser considerado um profissional qualificado para um determinado cargo. Esses são fatores importantes, mas não são os únicos.

Muitos candidatos, por mais qualificados que sejam, não são contratados por uma série de fatores que eles não podem controlar e na grande verdade, é inútil se preocupar com isso. Mas existem componentes que são gerenciáveis pelos candidatos que podem contribuir positivamente para a contratação em um novo emprego.

[ATITUDE] Falar mal de um ex-empregador é uma das principais razões pelas quais um candidato qualificado é retirado de um processo seletivo. Essa atitude demonstra um ponto de vista negativo e pessimista que grande parte das empresas deseja manter fora dos seus escritórios. Externar uma visão negativa das experiências passadas, falando mal dos locais onde trabalhou é insumo mais do que suficiente para desqualificar um profissional.

[EDUCAÇÃO] A grande maioria dos candidatos é educada e muito agradável durante todo o processo seletivo, principalmente durante as entrevistas. Mas é comum ver o mesmo candidato, que outrora foi muito educado em um ambiente fechado se mostrar desrespeitoso e grosseiro com outras pessoas, inclusive com recepcionistas e eventuais assistentes das empresas em que estão sendo entrevistados.

Portanto, por mais qualificado que o candidato seja, qualquer sinal de grosseria terá grandes chances de coloca-lo para fora de um processo seletivo.

Leia mais: 

Respostas certas para entrevista de emprego

Respostas certas para uma entrevista de emprego – Parte 2

[AUTOCONFIANÇA] Muitas vezes ser apenas qualificado não é o suficiente. O candidato deve ser capaz de expor a sua carreira de forma clara, com alta energia e confiança sobre as suas realizações.

Um candidato que faz contato visual confortável (e não fica encarando),tem um forte aperto de mão e fala sobre a sua carreira de maneira confortável e confiante, mas sem se gabar, tem grandes chances de impressionar um possível empregador. O cuidado aqui é não atravessar a linha tênue entre autoconfiança e arrogância. Da mesma forma que a autoconfiança pode maximizar as chances de ser contratado, a arrogância minimiza.

[ERROS BÁSICOS EM ENTREVISTAS] Alguns candidatos, por mais competentes que sejam, ainda cometem erros básicos em entrevistas:

  • Não saber sobre a empresa e a posição que estão sendo considerados.
  • Falar demasiadamente sobre a sua vida pessoal.
  • Vestir roupas inadequadas para a cultura da empresa (ou muito formais ou muito casuais).
  • Não fazer perguntas, quando tem a oportunidade, sobre a empresa, os desafios da posição e etc.

[ADEQUAÇÃO CULTURAL] Por mais qualificado e competente que um candidato seja, ele simplesmente pode não ter aderência à cultura da empresa. Muitas vezes a forma como ele se comporta, fala, age e reage não seria positivo dentro da organização. Romantizando e sendo bem clichê, a união entre empregado e empregador é quase como se fosse um casamento, onde o colaborador ficará na companhia dos seus colegas de trabalho facilmente por mais de 3.000 horas por ano. Por isso, o comportamento e a adequação dele aos da empresa devem ser avaliados e serem compatíveis.

Se os perfis forem incompatíveis, a empresa poderá ter uma série de problemas com a convivência do novo colaborador com os antigos colaboradores.

Naturalmente, a contratação baseada na adequação da cultura pode, às vezes, levar à descriminação de um candidato cuja idade, raça, sexo, religião ou orientação sexual seja diferente da dos funcionários atuais.

Para evitar essa situação, algumas empresas estão mudando sua estratégia de recrutamento. Ao invés de buscarem apenas candidatos que tenham a exata aderência a cultura da empresa, estão sendo mais flexíveis e buscando candidatos que, além de serem qualificados para a posição, ainda apresentem valores que sejam complementares ao da empresa.

 

Peopleminin é uma solução multiplataforma de recrutamento e seleção que tem por base o match profissional perfeito, combinando o perfil profissional e comportamental dos candidatos com as vagas existentes no mercado. Em busca do match profissional perfeito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

mautic is open source marketing automation