Como sobreviver em um ambiente profissional tóxico (e como se libertar dele)

Como sobreviver em um ambiente profissional tóxico (e como se libertar dele)

Para aquelas pessoas que trabalham em empregos tradicionais é quase certo que a sua permanência no ambiente de trabalho dure de 4 a 8 horas, quando não de 12 ou 14 horas.

Não é segredo para ninguém que trabalhamos cada vez mais, seja presencial ou remotamente, e passamos mais tempo nos nossos empregos do que fora deles. Ao contrário dos tempos passados quando éramos obrigados a trabalhar com aquilo que detestávamos, na grande maioria das vezes, hoje escolhemos minimamente onde e com o que iremos trabalhar. Continue lendo Como sobreviver em um ambiente profissional tóxico (e como se libertar dele)

Eduardo Saigh é formado e pós-graduado em marketing pela ESPM. Atuou com sucesso na área de marketing e comunicação durante 8 anos, quando decidiu mudar de carreira e empreender na área de desenvolvimento humano. Após três anos na nova área, aceitou o desafio de fazer a restruturação da área de RH na Hays, uma das maiores consultorias de recrutamento e seleção especializadas do mundo. Atualmente é o head da Elliott Scott, multinacional especializada no recrutamento e seleção de profissionais de RH e sócio fundador da Peopleminin.
Como escrever uma recomendação profissional no LinkedIn (1)

Como escrever uma recomendação profissional no LinkedIn

Ao contrário das cartas de referências tradicionais, que são majoritariamente compartilhadas com empregadores em momentos específicos de um processo seletivo, as recomendações do Linkedin são públicas e estarão disponíveis para toda rede profissional digital do recomendado. Portanto, a forma como as recomendações são escritas no Linkedin podem afetar seriamente a reputação profissional do recomendado, tanto para melhor quanto para pior. Continue lendo Como escrever uma recomendação profissional no LinkedIn

Eduardo Saigh é formado e pós-graduado em marketing pela ESPM. Atuou com sucesso na área de marketing e comunicação durante 8 anos, quando decidiu mudar de carreira e empreender na área de desenvolvimento humano. Após três anos na nova área, aceitou o desafio de fazer a restruturação da área de RH na Hays, uma das maiores consultorias de recrutamento e seleção especializadas do mundo. Atualmente é o head da Elliott Scott, multinacional especializada no recrutamento e seleção de profissionais de RH e sócio fundador da Peopleminin.
Como descrever seus pontos fracos em uma entrevista de emprego

Como descrever seus pontos fracos em uma entrevista de emprego

“Essa é a pessoa certa para esse trabalho?” Essa é a pergunta que todo entrevistador ou empregador espera responder ao fazer uma entrevista de emprego onde avaliará um candidato.

Dentro dessa pergunta fácil, mas longe de ser simples, temos três aspectos: “O candidato pode fazer esse trabalho?”, “O candidato fará o trabalho?” e por fim, “O candidato se encaixará na cultura organização da empresa?” Continue lendo Como descrever seus pontos fracos em uma entrevista de emprego

Eduardo Saigh é formado e pós-graduado em marketing pela ESPM. Atuou com sucesso na área de marketing e comunicação durante 8 anos, quando decidiu mudar de carreira e empreender na área de desenvolvimento humano. Após três anos na nova área, aceitou o desafio de fazer a restruturação da área de RH na Hays, uma das maiores consultorias de recrutamento e seleção especializadas do mundo. Atualmente é o head da Elliott Scott, multinacional especializada no recrutamento e seleção de profissionais de RH e sócio fundador da Peopleminin.
4 maneiras de usar Inteligência Artificial em processos seletivos (1)

4 maneiras de usar Inteligência Artificial em processos seletivos

Os processos de recrutamento e seleção estão mudando a cada dia e grande parte dessa mudança vem impulsionada pelo avanço tecnológico. O uso da tecnologia tem como objetivo, não só trazer agilidade aos processos como um todo, mas melhorar a conexão que existe na tríade candidatos, empregadores e recrutadores. É senso comum a existência de um ruído de comunicação entre essas três peças fundamentais na dinâmica de um processo seletivo, que dependendo da intensidade pode se tornar um problema crônico que afeta não só o processo seletivo em si, como o negócio da empresa. Continue lendo 4 maneiras de usar Inteligência Artificial em processos seletivos

Eduardo Saigh é formado e pós-graduado em marketing pela ESPM. Atuou com sucesso na área de marketing e comunicação durante 8 anos, quando decidiu mudar de carreira e empreender na área de desenvolvimento humano. Após três anos na nova área, aceitou o desafio de fazer a restruturação da área de RH na Hays, uma das maiores consultorias de recrutamento e seleção especializadas do mundo. Atualmente é o head da Elliott Scott, multinacional especializada no recrutamento e seleção de profissionais de RH e sócio fundador da Peopleminin.
Superando o Paradoxo da Escolha - Como tomar uma decisão

Superando o Paradoxo da Escolha – Como tomar uma decisão

As opções são ótimas.

Tanto se lutou para ter algo diferente do atual e quando se consegue, paira sobre a nossa cabeça a dúvida da escolha. Qual caminho pegar? Qual opção escolher? Continue lendo Superando o Paradoxo da Escolha – Como tomar uma decisão

Eduardo Saigh é formado e pós-graduado em marketing pela ESPM. Atuou com sucesso na área de marketing e comunicação durante 8 anos, quando decidiu mudar de carreira e empreender na área de desenvolvimento humano. Após três anos na nova área, aceitou o desafio de fazer a restruturação da área de RH na Hays, uma das maiores consultorias de recrutamento e seleção especializadas do mundo. Atualmente é o head da Elliott Scott, multinacional especializada no recrutamento e seleção de profissionais de RH e sócio fundador da Peopleminin.
mautic is open source marketing automation