As 4 regras de Richard Branson para tomar decisões difíceis

As 4 regras para tomar decisões difíceis de Richard Branson

As 4 regras para tomar decisões difíceis, segundo Richard Branson.

Richard Branson, empresário inglês, um dos homens mais ricos e admirados do mundo, ensina as quatro regras básicas para se tomar decisões difíceis.

[Não tome decisões emocionais] A primeira regra de Branson é: Não haja por impulso. Como a neurociência comprova, reagimos à imaginação carregada de emoção, como se aquilo fosse verdade.

Por isso, muitas vezes, mesmo sem que algo concreto ocorra o indivíduo reage aos pensamentos como se fossem reais. E por definição, nos momentos de crise e estresses intensos tendemos a tomar apenas duas atitudes, lutar ou fugir. Na grande maioria das vezes, lutar não significa se engalfinhar com alguém, mas sim ter uma postura agressiva em uma reunião ou troca de e-mails, xingar os demais motoristas no trânsito ou mesmo discutir em voz alta com um membro da família. Do mesmo modo, fugir não significa correr apavorado de algo, mas sim fugir ao enfrentamento de uma situação que te tire da zona de conforto ou mesmo que necessite de uma posição mais dura.

A lição aqui é: esteja consciente do que você precisa fazer para alcançar determinado objetivo e quase sempre é melhor tomar decisões racionais sobre algo do que algo baseado em emoções. A mesma neurociência que diz que reagimos a imaginação carregada de emoções para tomar atitudes irracionais, diz que devemos esperar 48 horas para decidir sobre algo quando esse algo nos tira do sério.

[Pense nas consequências] A segunda regra é: Leve em consideração todas as desvantagens. Antes de tomar qualquer decisão, leve em consideração tudo o que poderia dar errado. Isso se mostrou verdade quando Branson processou o governo inglês, depois que o governo revogou a concessão ferroviária da Virgin Trains e a passou a um concorrente. Mesmo com seus advogados alegando que ele tinha apenas 10% de chance de ganhar o processo e que isso poderia manchar a sua imagem e reputação, Branson cuidadosamente coletou provas de que alguns números apresentados pelo seu concorrente eram insustentáveis e com isso provou ao governo que os cálculos feitos para a revogação da licitação da malha férrea estava errada.

Resultado: ganhou o processo e a concessão para uso das linhas de trem.

[Olhe para o todo] Antes de tomar uma decisão, Branson analisa como ela afetará seus outros projetos, tanto os de curto quanto os de longo prazo. Portanto, a terceira regra é: Tenha uma visão geral do todo.

Branson escreve que um dos melhores exemplos de ignorar a visão do todo, foi quando o presidente e CEO da Carnival Corporation, Mickey Arison, decidiu ir a um jogo de basquete do Miami Heat no mesmo dia em que um dos navios de cruzeiro de sua empresa afundou na costa de uma ilha italiana em 2012, matando 32 pessoas e ferindo muitas outras.

Branson diz que Arison manchou ainda mais a imagem da Carnival e sua própria reputação quando ele se comportou de forma semelhante em menos de um ano depois, quando um navio ficou sem combustível e deixou seus passageiros cinco dias parado no mar.

[Proteja as suas desvantagens] Branson diz que o melhor conselho que o seu pai lhe deu foi o de fortalecer o seu lado mais fraco, ou seja, limitar eventuais perdas antes de avançar para um novo negócio.

Branson conta que com 15 anos ele decidiu criar a Student, uma revista voltada ao público jovem. O seu pai disse que só permitiria que ele largasse a escola para tocar o negócio se ele arrumasse 4000 libras, o dinheiro suficiente para pagar a impressão da revista. Desde então, Richard vem olhando com cuidado para todo possível ponto fraco dos seus negócios e cuidando para ele não seja o ponto crucial do seu fracasso.

Portanto, a quarta regra é: Cuide das suas desvantagens.

Peopleminin é uma solução multiplataforma de recrutamento e seleção que tem por base o match profissional perfeito, combinando o perfil profissional e comportamental dos candidatos com as vagas existentes no mercado. Em busca do match profissional perfeito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

mautic is open source marketing automation