3 erros a se evitar na hora de criar um currículo

Texto_ 3 erros a se evitar na hora de criar um currículo (1)

A busca por um novo emprego é voraz e isso é não é novidade para ninguém. Muitos candidatos na ânsia por algum destaque junto a recrutadores e empregadores abusam da linguagem descritiva, inflando o seu currículo e perfil profissional digital com informações que muitas vezes acabam prejudicando as suas candidaturas ao invés de ajudar. Por mais tentador que seja usar hipérboles para destacar o seu perfil profissional e promover a sua candidatura, resista a esse impulso.

Na grande maioria das vezes, declarações vazias não resultarão em benefícios, mas sim em dupla frustração: a sua e de quem mais o avaliar.

Seguem abaixo três erros a se evitar na construção de uma currículo e perfil profissional digital.

[ELOGIOS (DOS OUTROS E DE SI PRÓPRIO)] Cuidado com elogios públicos em qualquer tipo de material de divulgação que remeta a você, seja o currículo ou recomendações do Linkedin – nem é preciso dizer que esse tipo de texto é impróprio para o currículo, sendo mais indicado para o Linkedin e demais mídias sociais. O problema dos elogios públicos é justamente o impacto negativo que eles podem causar nas outras pessoas que os leem e não sabem do contexto do elogio.

Veja esse exemplo, relatado por Robin Reshwan, consultora de carreira:

“Certa vez, participei de um master class de marketing corporativo, onde os diretores de marketing das principais marcas de tecnologia discutiram estratégias de comunicação sobre suas empresas. Os apresentadores eram, sem dúvida, top performers em seu campo. Eles mencionaram que o maior elogio que você poderia dar a um profissional de marketing era chamá-la de “contador de histórias”. No entanto, eles também disseram claramente que não se chamariam de contadores de histórias. Isso é um elogio comum no meio do marketing, mas poderia ser mal interpretado em outras áreas.”

Outro erro bem comum são os autoelogios. É importante ter uma visão realista de si mesmo, dos seus pontos fortes e do seu perfil comportamental, mas também é necessário entender quando, como e qual é a melhor hora para expor esse tipo de informação. Como regra prática de mercado, deve-se evitar colocar qualquer tipo de autoelogio em materiais profissionais destinados a busca de emprego como currículo e Linkedin. Um autoelogio pode ser facilmente mal interpretado e ao invés de provocar o interesse de recrutadores e selecionadores, pode ter o efeito contrário.

Leia também: 4 maneiras de usar Inteligência Artificial em processos seletivos

Exatamente sobre esse ponto, Reshwan traz a seguinte visão:

“Descrever-se como “visionário” apresenta um problema. Como uma boa regra prática, se você precisa enviar um currículo para obter seu próximo emprego, você não é visionário. Você pode ter visões ou até ótimas ideias, mas mesmo os CEO’s que eu aconselho, que gerenciam equipes com milhares de funcionários e milhões de dólares em receita percebem que não são contratados para serem visionários. É exatamente essa percepção e realismo sobre o valor que eles trazem para o seu trabalho, que mostra quão bem eles entendem o mundo do trabalho.”

A melhor maneira de falar sobre si mesmo é quando você for perguntando sobre isso, o que geralmente acontece em uma entrevista presencial e dada a evolução tecnológica, pode acontecer em uma etapa online.

A titulo de curiosidade, elogios recebidos em avaliações de desempenho ou sessões de feedback são informações importantes, mas que não devem ser usadas no currículo ou Linkedin.

[VOCABULÁRIO QUE VOCÊ (E TODO MUNDO) NÃO ENTENDE] Possuir extenso vocabulário pode ser algo impressionante para se conquistar um novo emprego. Normalmente, um conhecimento profundo do léxico denota anos de leitura e compreensão de uma extensa gama de palavras e termos técnicos. Isso é ótimo, desde que seja genuíno e objetivo. Muitos candidatos na ânsia para conseguirem se destacar recheiam os seus currículos e perfis profissionais on line com uma sem número de palavras e termos técnicos que eles não conhecem, que os seus possíveis empregadores não conhecem e que não fazem parte do cotidiano.

Veja, não estou dizendo, em hipótese alguma que se deva substituir a linguagem forma, culta, pela linguagem do coloquial.

O ponto aqui é um só: usar apenas a linguagem que se tem pleno domínio.

Por mais que seja tentador utilizar os dicionários de sinônimos para encorpar o currículo e ter algum tipo de diferenciação, a linha entre o interessante e o ridículo, nesse caso, é muito tênue.

[FRASES REPETITIVAS] O espaço a disposição no seu currículo é limitado. E mesmo no Linkedin, onde teoricamente, não há nenhum limite, ter uma quantidade gigantesca de informação pode ser desinteressante para selecionadores e empregadores – e por isso inútil.

Portanto, é necessário utilizar o espaço disponível com sabedoria. Um currículo moderno vai ter nome, dados de contato, objetivo, formação, idiomas, experiência profissionais, cursos, premiações e experiência internacional (se houverem).

Cada um desse blocos de informações serve para dar ao leitor do seu currículo ou perfil digital uma ideia fidedigna de quem é você e qual é o valor que você pode gerar.

Porém, muitos currículos repetem as mesmas informações várias vezes. Um currículo bem escrito dá ao recrutador várias razões para conversar com você.

Por exemplo, quando você se descreve como alguém “que lida com desafios corporativos globais em start ups de technologias” ou que tem o perfil de “turn around”, não repita isso mais de uma vez.

No bloco de experiência e histórico profissional, traga exemplos concretos de como atingiu determinados objetivos através das suas habilidades, conhecimentos e atitude – o famoso CHA, que eu complemento com Resultados, perfazendo assim o acrônimo CHAR. Você pode adicionar a esse campo as ferramentas que você usa ou usou, funções e processos específicos, negociações, gestão e até mercados específicos. Resista ao impulso de usar termos que você já usou antes e não trapaceie buscando sinônimos para termos já mencionados anteriormente

Se a sua carreira profissional for uma série de experiências repetitivas em empresas diferentes, tente se lembrar das diferenças entre as rotinas. Muitas vezes, esse tipo de exercício é fundamental para entender quais foram os avanços profissionais e os novos desafios. São essas informações que devem constar no seu currículo.

Para ter sucesso no processo de criação ou revisão do seu currículo, você precisa mostrar de maneira convincente que tem domínio de uma série de funções específicas. Use todas as linhas do seu currículo para mostrar seu conhecimento e consciência do que esse papel requer.

Resista ao desejo de exagerar suas habilidades ou juntar afirmações que “pareçam boas” mas não tenham nenhum significado real.

Um currículo vencedor é um documento abrangente que fortaleça sua candidatura com variedade, profundidade e clareza (e um pouco de humildade).

Eduardo Saigh é formado e pós-graduado em marketing pela ESPM. Atuou com sucesso na área de marketing e comunicação durante 8 anos, quando decidiu mudar de carreira e empreender na área de desenvolvimento humano. Após três anos na nova área, aceitou o desafio de fazer a restruturação da área de RH na Hays, uma das maiores consultorias de recrutamento e seleção especializadas do mundo. Atualmente é o head da Elliott Scott, multinacional especializada no recrutamento e seleção de profissionais de RH e sócio fundador da Peopleminin.
Postado por / 20/01/2019 / 0 Comentários
Tagueado como
Postado em
Empregabilidade
Eduardo Saigh

Eduardo Saigh

Eduardo Saigh é formado e pós-graduado em marketing pela ESPM. Atuou com sucesso na área de marketing e comunicação durante 8 anos, quando decidiu mudar de carreira e empreender na área de desenvolvimento humano. Após três anos na nova área, aceitou o desafio de fazer a restruturação da área de RH na Hays, uma das maiores consultorias de recrutamento e seleção especializadas do mundo. Atualmente é o head da Elliott Scott, multinacional especializada no recrutamento e seleção de profissionais de RH e sócio fundador da Peopleminin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

mautic is open source marketing automation