EU me demito (1)

Quero pedir demissão! Veja 4 perguntas para fazer a si mesmo antes de se demitir

NÃO PEÇA DEMISSÃO ANTES DE TER UM BOM PLANO DE TRANSIÇÃO

Pedir demissão do emprego é algo que todo mundo, pelo menos uma vez na vida, já pensou em fazer. Se esse for o seu caso, se você está pensando em sair do seu emprego, é importante você ter em mente que é melhor não fazer isso se você não tiver um novo emprego em mãos ou em vias de conseguir um. Não importa o qual insatisfeito ou não adaptado você esteja, nos dias atuais é quase certo que você vai precisar de algum dinheiro e estabilidade.

Além disso, a famosa máxima de que “é mais difícil de se conseguir emprego estando desempregado” pode ser realmente verdade. Portanto, antes de deixar o seu trabalho atual, antes de pedir demissão, se faça as seguintes perguntas.

POR QUE EU QUERO SAIR?

Pode parecer uma pergunta óbvia, mas geralmente não é. Liste todas as razões pelas quais você não está satisfeito com o seu trabalho e seja bem especifico. Sua lista pode incluir coisas como má remuneração, falta de gestão ou até excesso de viagens. Liste também os relacionamentos com as pessoas: pessoas da sua equipe, seu chefe, o chefe do seu chefe, as pessoas das outras áreas e até clientes atendidos. Da mesma maneira, faça uma lista daquilo que há de positivo no seu trabalho. O objetivo é tomar uma decisão consciente com o mínimo de carga emocional possível. Uma lista de prós e contras pode ajudar a identificar o que pode ser recuperável e o que você deve procurar no seu próximo emprego.

PRECISO IR EMBORA PARA TER O QUE EU QUERO?

Pensar que a solução dos nossos problemas está em outro emprego pode ser um simples mecanismo de fuga. Muitas vezes, aquilo que buscamos não está em outra oportunidade, cargo ou outra empresa, mas sim, na empresa em que estamos. E tudo o que precisamos para ter acesso a isso é se esforçar e trabalhar duro. Se você deseja mais autonomia ou se deseja mais direcionamento, converse com o seu chefe sobre as suas necessidades e expectativas. Se você deseja mais desafio busque assumir mais tarefas ou participe de projetos que lhe desafiem. Proponha novas soluções. Participe mais. Veja se aquilo que você busca não está bem diante dos seus olhos.

Veja mais: Como ter satisfação no trabalho

Se você não se sente preparado, busque por educação e conhecimento fora do seu ambiente de trabalho. Se você não tem um mentor, talvez seja a hora de buscar por um. Busque alguém que você respeite, dentro ou fora da sua empresa e pergunte se ele pode ajudá-lo sobre a sua carreira.

QUAL É A MINHA ESTRATÉGIA PARA SAIR DO EMPREGO ATUAL?

Conseguir um novo emprego pode não ser tão fácil quanto se pensa e muito mais difícil do que parece. Por isso, é importante ter uma estratégia clara de como você vai se candidatar a outras oportunidades de trabalho e como vai lidar com os eventuais processos seletivos. Se você concentrar os seus esforços em apenas oportunidades divulgadas online, você vai fazer o que todo mundo faz e vai ter o mesmo resultado que todo mundo tem: muito esforço, muita concorrência e pouco resultado.

Veja mais: Como recrutadores e headhunters usam o LinkedIn para encontrar candidatos talentosos

Por isso, pense novamente em delimitar as suas estratégias apenas para o mundo online. Pense fortemente no off-line e na sua rede de relacionamentos. É sempre menos custoso quando se chega a uma oportunidade de emprego de maneira proativa.

Outro ponto importante, defina um prazo para sair do seu atual emprego. Isso vai obrigar você a se dedicar de maneira mais estratégica e focar naquilo que você deseja.

QUEM PODE ME AJUDAR?

Liste todas as pessoas que você conhece que podem ajudá-lo nessa transição. Amigos, familiares, colegas do atual trabalho, colegas de trabalhos anteriores. Pense em todo mundo que você conhece, que você tenha alguma relação de confiança, e deixo os saber que você está aberto a novas oportunidades. Seja o mais especifico possível quanto ao tipo de emprego que você busca.

Recrutadores, agências de emprego e soluções desse tipo são outras boas opções. Contate os headhunters especializados na sua área e deixe que eles saibam que você está avaliando o mercado.

PENSE NAS CONSEQUÊNCIAS

Se você realmente está decidido a deixar o seu emprego, mas ainda não tem para onde ir, não há o que fazer a não ser se dedicar 110% ao seu trabalho. Se está ruim com ele, imagine sem ele? Muitas pessoas dispõem de outros recursos e não necessariamente, precisam trabalhar para sobreviver. Mas se for os eu caso, o melhor a fazer enquanto não se tem outra oportunidade é trabalhar duro.

Veja mais: Estresse: Como lidar com as partes mais estressantes do seu trabalho

Se afaste de fofocas, da improdutividade e das situações ruins. Não se meta em discussões ou disputas desnecessariamente, Não dê motivos para lhe mandarem embora. Lembre-se, você está querendo deixar o seu trabalho nos seus termos e não nos termos dos outros.

Lazy Boss

Como acender a chama profissional do meu chefe? Ou como lidar com um gestor desmotivado

O que fazer quando o seu chefe está desmotivado.

O desenvolvimento efetivo das habilidades de liderança é um dos pontos chave para o mundo corporativo – e tudo o mais que gire em seu entorno. Ao mesmo tempo em que líderes competentes podem ser a solução para grande parte dos problemas corporativos, desenvolver as habilidades e conhecimentos que tornam as pessoas líderes competentes é um desafio e tanto para as empresas. Continue lendo Como acender a chama profissional do meu chefe? Ou como lidar com um gestor desmotivado

All Blacks celebrate

O que os All Blacks podem ensinar sobre times de alta performance

Se pudéssemos traçar um paralelo entre futebol e rugby, podemos dizer que a Nova Zelândia está para o rugby assim como o Brasil, um dia, esteve para o futebol. Brincadeiras à parte, ambas são sinônimos de qualidade, técnica, inovação e títulos.

Se o Brasil é conhecido como “A Seleção”, a Nova Zelândia é conhecida como “All Blacks”, o termo faz referência ao uniforme, que já é marca registrada; todo negro.  E da mesma forma que um dia o Brasil foi referência absoluta no esporte, hoje os All Blacks são o time a ser batido. Passaram o ano 2013 invictos e perderam apenas um jogo no ano de 2014, literalmente no último minuto.

Em 2015 foram bicampeões mundiais, o que os torna a seleção de rugby mais vitoriosa da história.

O que será que podemos aprender com eles quando se trata de equipes de alta performance? Continue lendo O que os All Blacks podem ensinar sobre times de alta performance

oferta de emprego

Como recusar uma oferta de emprego sem se queimar com que lhe indicou

Como uma evolução óbvia dos tempos modernos, o mundo dos negócios está cada vez menor – e com a ajuda das mídias sociais vem encolhendo cada dia mais. Numa época em que cada um de nós precisará trabalhar por 40 anos ou mais é fundamental construir uma rede de relacionamento forte, que ajude quando for necessário e isso inclui indicações de novas oportunidades profissionais. Invariavelmente, em algum momento da carreira, quem construir uma rede de relacionamento funcional receberá a indicação de uma oportunidade de emprego que simplesmente não é adequada ao momento de carreira que se vive. Muitas vezes, nessa situação o caminho mais fácil parece ser sumir, terminar repentinamente a relação com o contato que fez a ponte entre a oportunidade e você, mas isso é uma péssima estratégia, além de ser uma tremenda falta de educação e ingratidão.

Aqui estão estratégias para recusar uma oferta de oportunidade profissional sem se queimar com quem o contato que o indicou.

Continue lendo Como recusar uma oferta de emprego sem se queimar com que lhe indicou

mautic is open source marketing automation